NOTÍCIAS

In:

Fachin nega pedido de prisão de Aécio e não vai levar caso ao plenário

Por Redação com Correio Braziliense
Aécio Neves está impedido de exercer as funções no Congresso (Foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

Aécio Neves está impedido de exercer as funções no Congresso (Foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava-Jato, indeferiu, nesta quinta-feira, 18, o pedido de prisão de Aécio Neves e não levará para o plenário a decisão sobre o assunto. O caso só poderá ser levado ao plenário se houver recurso por parte da Procuradoria Geral da República. Contudo, fontes do Supremo Tribunal Federal afirmam que isso não deverá acontecer, pelo menos nesta quinta.

Aécio Neves, que foi afastado do mandato por Fachin, ainda pode frequentar o Congresso Nacional, mas está proibido de exercer as funções do cargo, como votar ou fazer algum ato como parlamentar. O tucano também está proibido de sair do País e ter contato com outros investigados. O passaporte dele foi apreendido pelo ministro.

De acordo com os bastidores do STF, o ministro só vai decidir sobre a quebra de sigilo das gravações quando sair o resultado de todas as diligências. Os primeiros resultados só devem ser recebidos ao fim do dia.

Clima no Senado – O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), afirmou que vai aguardar o protocolo de pedido de cassação para se manifestar sobre o caso do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

“Não estou sabendo de nada oficialmente. Como de praxe, vou aguardar que cheguem os documentos para poder tomar uma posição sobre o caso”, afirmou. Como o presidente do Conselho de Ética é responsável por acatar ou rejeitar em primeira instância denúncias contra os senadores, ele preferiu não dar opinião no caso.

O delator Joesley Batista entregou à Polícia Federal áudio em que o senador Aécio pede R$ 2 milhões de propina. Ele aponta que a propina teria sido repassada para o senador Zezé Perrella (PMDB-MG). A Rede estuda entrar com representação também contra Perrella.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>