NOTÍCIAS

In:

No sepultamento, família Boiadeiro pede investigação federal

Por Roberto Gonçalves

Aplausos, depoimentos emocionados, buzinaço e pedidos por Justiça marcaram o sepultamento do corpo do vereador pela cidade de Batalha Adelmo Rodrigues de Melo, conhecido como Neguinho Boiadeiro, realizado na cidade de Craíbas, na tarde desta sexta-feira (10). Na oportunidade, familiares do vereador voltaram a colocar em xeque a credibilidade da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), cujas equipes estão nas ruas, realizando diligências em busca da dupla que executou o parlamentar.

Durante o sepultamento, parentes de Neguinho Boiadeiro disseram que o crime tem caráter político, razão pela qual a investigação deveria ser realizada pela Polícia Federal. Eles garantem que, caso a investigação seja conduzida por autoridades locais, os responsáveis pelo crime não serão localizados.

Os familiares argumentaram também que, por diversas vezes, pediram ajuda à polícia local, em busca proteção individual, mas não obtiveram sucesso.

O corpo de Boiadeiro saiu de uma fazenda da família em Craíbas, onde aconteceu o velório, e foi sepultado no cemitério daquele município. “Ao longo dos últimos meses, a gente pediu, por muitas vezes, segurança em virtude de todos os crimes que tiveram nossos parentes como vítimas. Infelizmente, mesmo com os pedidos, nada foi feito. Por este e outros motivos é que não acreditamos na Justiça e na investigação policial por parte das autoridades locais. Não acreditamos neste trabalho que dizem fazer. A Polícia Federal precisa estar presente”, cobrou Bahia Boiadeiro, filha do vereador executado em Batalha nessa quinta.

Compartilhe:
Tags: ,

Comente no Facebook

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com