Publicidade
Tribuna do Agreste
Busca
Área de Login
Usuário:
Senha:
Rádio Cacique FM - hora

00:00

Agenda Cultural

Enquete

Qual o maior desafio para ser resolvido pelo próximo governador Renan Filho?





Classificados

parcialmente nublado28ºC em Maceió parcialmente nublado28ºC em Marechal Deodoro parcialmente nublado27ºC em Penedo parcialmente nublado28ºC em Arapiraca parcialmente nublado28ºC em Palmeira dos Índios
26 de novembro de 2014
Notícias
Artigos

As profissões do século 21

Arnaldo Niskier

21 de Janeiro de 2014

Estamos vivendo a era da multidiversidade. A cada dia surgem novas profissões no mercado de trabalho e o importante, como aconselha o especialista Luiz Gonzaga Bertelli, é ajudar os jovens estudantes na seleção da carreira. Por isso, com muita competência, lançou agora o livro “Escolha Certa – As Profissões do Século 21”, sob o patrocínio do CIEE-SP, do qual é o presidente executivo. Com a larga experiência de advogado, formado pela PUC-SP, jornalista e dirigente de empresas, Bertelli lista as ocupações profissionais que estarão em alta nos próximos anos, com a velocidade incrível das transformações que ocorrem.

Partimos do princípio de que no Brasil há 596 famílias ocupacionais, agrupando 2.422 ocupações e 7.258 títulos sinônimos. Algumas atividades desapareceram enquanto outras, ligadas ao comércio eletrônico, surgem da noite para o dia. A escolha, assim, torna-se mais delicada. É o caso do web designer (desenhista de sites), por exemplo. Ou do nanomédico, que trabalha com nanorrobôs e nanopartículas para prevenir, diagnosticar e combater doenças, desde a reparação de tecidos até a terapia genética. Um nanômetro equivale à bilionésima parte do metro, escala invisível a olho nu, o que era impensável há duas gerações.
A ONU estima que até 2050 a população mundial será de idosos (o Brasil já elevou a sua expectativa de vida para 74 anos). Vai-se tornando moda profissões como os consultores ou gerentes de bem-estar na velhice. Ou, como diz Bertelli, sabendo que temos cerca de 20 milhões de brasileiros acima dos 60 anos, com tendência crescente, isso valoriza atividades como Psicologia, Enfermagem, Geriatria, Gerontologia, Fisioterapia, Recreação, Administração, Serviços de Varejo, Previdência e Empreendedorismo. Não é pouco.
O Guia do CIEE selecionou 15 áreas, colocando-as em destaque, a começar pelo Agronegócio, seguindo por Beleza e Estética, Ciências Biomédicas e Genética, Engenharia, Gestão Esportiva, Gastronomia, Logística, Mineração, Moda, Nanotecnologia, Petróleo e Gás (valorizada pela próxima entrada em cena dos recursos do pré-sal), Produção Multimídia, TIC (Tecnologia da Informação e da Comunicação), Terceira Idade (já referida) e Turismo e Eventos, este com a perspectiva monumental de excelentes negócios com os eventos já programados (Copa do Mundo de Futebol e Olimpíadas de 2016).
A “Escolha Certa” não exclui outras profissões, num futuro breve. Cita Administração Pública (uma grande necessidade para aumentar a máquina dos governos), Ciências Biológicas, Ciência da Computação, Comércio Exterior, Matemática, Pedagogia, Meio Ambiente e Terceiro Setor, entre outras, consequência natural do crescimento esperado do nosso país, nos próximos anos. Isso inclui a Educação à Distância (pg. 242), com o seu mais perfeito abrigo, que é a web ou a rede mundial de comunicação. É um setor que o CIEE atribui grande valor estratégico.

Arnaldo Niskier
É membro da Academia Brasileira de Letras

Comentários

Publicidade

Ministério Público

Tudo que há

© 2014. Todos os direitos reservados a Tribuna do Agreste. Se você não lê, de onde virá seu saber? id5 soluções web