Publicidade
Tribuna do Agreste
Busca
Área de Login
Usuário:
Senha:
Rádio Cacique FM - hora

00:00

Agenda Cultural

Enquete

Qual o maior desafio para ser resolvido pelo próximo governador Renan Filho?





Classificados

parcialmente nublado25ºC em Maceió parcialmente nublado25ºC em Marechal Deodoro parcialmente nublado26ºC em Penedo parcialmente nublado25ºC em Arapiraca parcialmente nublado25ºC em Palmeira dos Índios
22 de dezembro de 2014
Notícias
Cidades

CAB promete melhorar oferta de água em Arapiraca

18 de Abril de 2012

A Companhia de Águas do Brasil (CAB) vencedora da licitação da Parceria Público-Privada(PPP) com a CASAL para atender a região do Agreste estima que entre o final deste ano e o começo de 2013, a população de Arapiraca já passe a contar com maior oferta de água.

A expectativa é do diretor Lauro Menezes, que está instalando a CAB Águas do Agreste, unidade que vai cumprir as condições definidas na parceria em Alagoas, de ampliação,recuperação, operação e gestão do sistema produtor.

A Estação de Tratamento de Água (ETA) que será construída em Arapiraca terá vazão de 1,5 milhão de litros de água bruta por hora. O diretor e explicou que a meta da CAB é se expandir no Nordeste, a partir de Alagoas. “O abastecimento de água é fundamental não só para atender a necessidade básica da população, como para desencadear o desenvolvimento. Uma empresa antes de se instalar leva em consideração toda infraestrutura do município como oferta de água e energia,condições das estradas e mão-de-obra. Arapiraca está explodindo, no sentido positivo do crescimento”, definiu.

De acordo ainda com Lauro, serão dois sistemas trabalhando em paralelo, um deles voltado só para Arapiraca e o outro para atender aos demais municípios. Além da geração de empregos durante a fase de instalação, a PPP vai proporcionar a abertura de muito mais postos de trabalho na medida em que novas empresas chegarem à região. “Só a Vale deve criar cerca de três mil vagas”, aponta como exemplo e acrescenta que tem um carinho especial pelo estado, terra de sua mãe, natural de Maceió.

O interesse em vir a Alagoas foi despertado no momento em que o Governo do Estado lançou na praça uma consulta a respeito das empresas que teriam condição de parceria coma Casal. Em 2010 houve uma audiência pública em Arapiraca e em setembro do ano passado foi aberta a licitação que contou com mais três concorrentes. Na parceria, o Governo do Estado pagará pelo serviço da CAB Ambiental o valor de R$ 37 milhões ao ano, a partir do sistema em funcionamento.

De acordo com Lauro, além da instalação há também incluído no contrato toda a manutenção. “Ao fim de 30 anos estaremos entregando ao Estado todo o equipamento em ordem e não sucateado”, prometeu.

A CAB Ambiental foi criada em 2006 pelo Grupo Galvão e já estabeleceu PPP em municípios dos estados do Mato Grosso, Paraná, São Paulo, e Santa Catarina.


Comentários

Publicidade

Ministério Público

© 2014. Todos os direitos reservados a Tribuna do Agreste. Se você não lê, de onde virá seu saber? id5 soluções web