;

NOTÍCIAS

In:

Posse no cargo de grão mestre

Por Everaldo Damião

Na última sexta-feira (26/06) estive em Maceió para participar da Posse e da Transmissão de Cargo do Novo Grão Mestrado Estadual da Maçonaria, representado pelo Maçom gaucho Derli Klüsener, Grão Mestre Estadual, e pelo Maçom José Antônio Soares Campos, Adjunto de Grão Mestre Estadual, natural de Santana do Ipanema (AL), eleitos para o quadriênio 2015/2019, no Grande Oriente do Brasil, seção de Alagoas (GOB/AL).
Na posse do cargo de Grão-Mestre Estadual e respectivo Adjunto, que se realizou no
Templo da Augusta e Respeitável Loja Simbólica “Tiradentes XI – nº 1932”, localizada na Rua João Lício Marques, nº 123, no Bairro do Prado, em Maceió (AL), só esteve presentes os Mestres-Maçons. O ato solene aconteceu às 15 horas e 30 minutos, por deliberação da Assembléia Estadual Legislativa Maçônica em Sessão Especial de Mestre. Lá estive presente vestindo traje maçônico, na condição de Juiz Titular do Poder Judiciário das Grandes Lojas Maçônicas do Estado de Alagoas. Porém, às 20 horas, ao lado da minha esposa Rosângela Monteiro, compareci à solenidade de Transmissão de Cargo do Grão Mestrado Estadual, no edifício do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE-AL), situado na Avenida Fernandes Lima, nº 1.040, no Bairro do Farol, em Maceió (AL). Este momento solene contou com a presença de maçons, em todos os Graus Maçônicos, autoridades civis e o público em geral, além de representações maçônicas de vários Estados da federação.
A solenidade foi abrilhantada pela Juventude Paramaçônica representada pelos Escudeiros, Ordem DeMolay, as Filhas de Jó e as Samaritanas, mostrando o quanto é bela e forte a família maçônica.
O Convite que recebi me foi enviado pelo Grande Oriente do Brasil, Seção de Alagoas, e subscrito pelos irmãos Álvaro Mendonça Alves e Plistheus Mota de Souza, na qualidade de Grão-Mestre Estadual e Grão-Mestre Adjunto, precursores do maçom Derli Klüsener, atual Grão Mestre Estadual.
Quanto ao irmão Derli Klüsener, natural de Agudo (Rio Grande do Sul), descente de família alemã, economista por profissão, sabe-se que ele foi Diplomado Grão Mestre da Maçonaria em Alagoas, em solenidade realizada no Grão Mestrado de Pernambuco, em 24 de abril deste ano corrente. Sua diplomação foi feita pelos Juízes Eleitorais da Maçonaria em Alagoas, em sessão maçônica fechada, cheia de simbolismo, ritual e alegorias, pois, no âmbito da instituição maçônica, o cargo de Grão Mestre se equivale ao de Governador do Estado. Inclusive o maçom Derli Klüsener exerceu diversos cargos na Maçonaria Alagoana, desde Venerável Mestre de Loja Maçônica até o de Secretário de Finanças do Grande Oriente do Brasil em Alagoas. Homem idealista e refinado, de caráter despreocupado, mas responsável, que sabe contornar situações difíceis.
No mais, quanto à Maçonaria no Brasil, sabe-se que ela é uma instituição essencialmente filosófica, filantrópica, educativa, progressista e ecumênica, pois reúne homens de todas as religiões e de todas as crenças, desde que o mesmo acredite na existência de um Ser Supremo, Absoluto e Criador, ao qual se denomina como o nome de Grande Arquiteto do Universo, que é verdadeiramente DEUS, único e onipotente.
Ela é filosófica porque em seus atos e cerimônias trata da essência das coisas, das propriedades e efeitos das causas primárias, além de investigar as leis da natureza e os relacionar com as bases da moral e da ética pura. Ela é filantrópica porque não está constituída para obter lucro pessoal de nenhuma classe social, mas, pelo contrário, suas arrecadações e seus recursos se destinam ao bem-estar do gênero humano, sem distinção de nacionalidade, sexo, religião ou de raça, na busca de procurar meios para conseguir a felicidade dos homens, o que é geralmente feito por meio da elevação espiritual e pela tranquilidade da paz profunda na consciência. Ela é progressista porque a partir do princípio da imortalidade da alma, da fé, da busca da verdade e da crença em um Ser Criador, Imutável e Infinito, não se fixa em preconceitos, prevenções ou superstições.
Ela é ecumênica porque abrange toda espécie humana, em sentido universal,independentemente de gênero, cultura, política, espaço geográfico, cor, crença e raça. Pensemos nisso! Por hoje é só…

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com