;

NOTÍCIAS

In:

Palmeira: Flávio Targino e Sheila Duarte tem candidaturas indeferidas

Por Redação
Flávio e Sheila tiveram candidaturas indeferidas pelo juiz Geneir Marques

Flávio e Sheila tiveram candidaturas indeferidas pelo juiz Geneir Marques

Por volta das 18h desta quinta-feira (1º) foi publicado no portal do TSE, na seção de divulgação de candidaturas o indeferimento do registro dos candidatos a prefeito de Palmeira dos Índios Flávio Targino (PRTB) da Coligação “Muda Palmeira” e Sheila Duarte (PT) da Coligação “Palmeira dos Índios para todos”.

No caso da chapa de Flávio Targino (PRTB) o juiz Geneir Marque indeferiu em face do seu candidato a vice Zenício Neto não ter apresentado a prestação de contas eleitoral de 2012 quando foi candidato a vereador.

No caso de Sheila Duarte (PT), a chapa foi considerada inapta porque seu vice Edmilson Sá teria se filiado ao PMN após o prazo permitido por lei.

A decisão – que cabe recurso – é do juiz Geneir Marques e deverá estar disponibilizada no Diário da Justiça Eleitoral nesta sexta-feira (02).

Se a indeferimento do Juiz Geneir Marques for mantido restará em Palmeira dos Índios apenas dois dos cinco nomes que requereram inicialmente o registro de candidatura, caso não haja substituição dos nomes agora considerados inaptos.

O candidato Flávio Targino (PRTB) disse que o vice de sua chapa Zenicio Neto já apresentou a prestação de contas eleitorais de 2012 e que sua candidatura se mantém firme.

Já Sheila Duarte (PT) foi contactada pela reportagem mas o telefone móvel estava fora da área de serviço, contudo o coordenador de campanha da candidata Carlos Bandeira afirmou que a Sheila permanece na luta e que o grupo irá decidir pela substituição do candidato a vice ou pelo enfrentamento jurídico da questão, recorrendo da decisão.

* Atualizada às 20:44h

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

1 Comentário

  • Eraldo disse:

    Com certeza, isso mostra a falta de organização partidária, pois os dirigentes de partidos políticos deviam ter conhecimento do que é necessário para o lançamento de uma candidatura.Pois além do TRE lançar os regulamentos de cada eleição, os partidos tem também seus estatutos regulamentando o lançamento de candidatos. Isso é um mal que pode prejudicar uma administração inteira: A falta de organização, ou seja: O jeitinho brasileiro de deixar as coisas para depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *