;

NOTÍCIAS

In:

Palmeira: Tiro de Guerra apresenta turma de 2017

Por Redação com Assessoria de Comunicação
Fotos: Assessoria

Fotos: Assessoria

O prefeito Júlio Cezar esteve hoje (10) pela manhã no Tiro de Guerra (TG) 07 007, em Palmeira dos Índios, para prestigiar a solenidade de abertura e apresentação da primeira turma de atiradores de 2017. No total, são 80 jovens que vão aprender aulas de tiro, defesa pessoa, disciplina, entre outras instruções. Eles se alistam quando completam 18 anos, e ao final do período, que tem duração de seis meses, podem optar em seguir a carreira militar, a partir de aprovação em concurso público de âmbito nacional, de acordo com a faixa etária e nível de escolaridade, para a Escola de Sargentos das Armas (ESA).

O sargento Bezerra, instrutor do TG em Palmeira, disse que ser convocado para ensinar as turmas do município é motivo de muito orgulho. “Quando soube que vinha para Palmeira fiquei muito feliz, por ser aqui a terra de Graciliano Ramos e por saber que ele foi aluno da primeira turma do Tiro de Guerra, em 1916. Como gosto muito de História e saber disso foi muito importante. Da mesma forma aconteceu quando trabalhei em Salvador. Chorei ao chegar pela primeira vez ao Pelourinho, por conhecer a história do lugar e saber que tantos negros foram escravizados e mortos ali. Estamos muito felizes por começar com mais essa turma no município”, disse o sargento.

Exibindo IMG_1145.JPG

Para o prefeito Júlio Cezar, é no Tiro de Guerra que os jovens aprendem a ter disciplina e passam a encarar a vida com mais responsabilidade. “Nós protegemos os nossos filhos porque para os pais o amor não tem limite. Mas aqui é diferente, pois esses jovens vão precisar de disciplina.

E esses jovens vão mudar muito. Eles vão entrar aqui de um jeito e sair de outro. Vão aprender a respeitar, a ter amor pela cidade e pelo país. Eles entram como reserva, mas terão muito trabalho pela frente. Estamos enfrentando uma crise não é só de água, mas tem gente passando fome. Dia 14, o Exército estará aqui em Palmeira e convido esses meninos para estarem juntos conosco nesta missão. Peço aos pais que confiem, pois a intenção do TG é transformá-los em homens melhores, mais preparados e mais capazes do que quando chegaram hoje”, finalizou o prefeito, parabenizando a todas as mães que estavam no evento, pelo Dia Internacional da Mulher.

Estiveram presentes ao evento pais dos alunos, superintendente da SMTT Rollemberg Albuquerque e a primeira-dama do município Alexandra Ludugero.

O Tiro de Guerra

 O TG é uma instituição militar do Exército Brasileira encarregada de formar atiradores e ou cabos de segunda categoria (reservistas) para o exército. Os TGs são estruturados de modo que o convocado possa conciliar a instrução militar com o trabalho ou estudo, proporcionando a milhares de jovens brasileiros, principalmente os que residem em cidades do interior do país, a oportunidade de atenderem a Lei e prestarem o Serviço Militar Inicial.

A organização de um TG ocorre em acordo firmado com as prefeituras locais e o Comando da Região Militar. O exército fornece os instrutores (normalmente sargentos ou subtenentes), fardamento e equipamentos, enquanto a administração municipal disponibiliza as instalações. Por isto, geralmente, o prefeito se torna o diretor do tiro de guerra. Anualmente, ingressam aproximadamente 12.000 (doze mil) atiradores no Exército Brasileiro

Uma grande vantagem dos municípios que possuem Tiro de Guerra é poderem contar com um eventual apoio, mediante autorização do Exército, nos casos de calamidades públicas, catástrofes (podendo ser ou não por causas naturais), na Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e outras perturbações que justifiquem o emprego de tropas federais na região, além de atividades de colaboração com a Defesa Civil.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *