;

NOTÍCIAS

In:

Ivan Barros lança o livro “A mulher brasileira nas artes, ciências, literatura e política”

Por Redação
Aspecto do lançamento do livro “A Mulher Brasileira nas Artes, Ciências, Literatura e Política”

Aspecto do lançamento do livro “A Mulher Brasileira nas Artes, Ciências, Literatura e Política”

O escritor Ivan Barros lançou ontem (8) na Academia Palmeirense de Letras seu vigésimo nono livro “A mulher brasileira nas artes, ciências, literatura e política”.

O evento contou com a presença do prefeito Julio Cezar que enalteceu em discurso o trabalho do escritor afirmando que sua obra deixará um legado para o povo palmeirense.

Na ocasião usaram da palavra a doutora Maria José Cardoso Ferro, a presidente da Academia Isvânia Marques e o autor que agradeceu a presença dos convidados e homenageadas.

O livro “A Mulher Brasileira nas Artes, Ciências, Literatura e Política”, tema inédito na literatura brasileira teve  inspiração na história de Celina Guimarães que, em 1928, na cidade de Mossoró (RN), tomou conhecimento de um movimento sufragista que estava acontecendo na Inglaterra, pela luta dos direitos das mulheres; decidiu fazer o mesmo no Brasil e lutar pelos direitos sociais da mulher brasileira.

Escritor Ivan Barros e homenageados

Escritor Ivan Barros e homenageados

Naquela época, a mulher não tinha direito à herança, ao trabalho, ao estudo, ao voto e, até para casar, era necessária a autorização do pai. “A mulher era considerada um objeto, destinada apenas ao lar, à cozinha e, no máximo, à costura”, destaca Ivan Barros. “Revoltada”, lembra o autor, “Celina decidiu recorrer à imprensa que, de imediato, não demonstrou sensibilidade”. Foi quando ela começou a usar calças compridas e convidou outras mulheres a fazerem o mesmo. Começaram então a cortar os vestidos longos que eram obrigadas a usarem e chegaram a ser presas.

Sensibilizado com o movimento feminista, o presidente Getúlio Vargas instituiu na Constituição de 28 o direito de a mulher votar. “Foi quando começou a vitória da mulher”, destaca o autor, recordando que Celina foi eleita a primeira prefeita de Mossoró, chegando a ser deputada estadual e garantindo mudanças na legislação.

“São mais de 80 anos de luta da mulher brasileira e tenho certeza que eles não foram em vão”, resumiu Ivan Barros.

São 54 as mulheres homenageadas no livro de 194 páginas, diagramado e impresso na Grafpel Indústria Gráfica Ltda.

livroivan

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *