;

NOTÍCIAS

In:

Palmeira: Dez vereadores pedem a destituição do presidente Junior Miranda

Por Redação
Procuradora da Câmara Aline Canuto, entrega aos vereadores Madson Monteiro e Agenor Leôncio documentos que foram requeridos para avaliação dos parlamentares

Procuradora da Câmara Aline Canuto, entrega aos vereadores Madson Monteiro e Agenor Leôncio documentos que foram requeridos para avaliação dos parlamentares

Dez vereadores de Palmeira dos Índios que formam o chamado “Grupo dos 10”, o G10 pediram ontem (30) através de um requerimento a realização de uma sessão extraordinária para as 14 horas de hoje com o intuito de analisar duas representações que visam a destituição do presidente da Mesa Luiz Cavalcante Monteiro Junior, o Junior Miranda (PSL) e o primeiro secretário Fabiano Gomes (PSD).

As duas representações assinadas pelos 10 vereadores são coletivas, uma contra cada edil da Mesa Diretora.

Assinaram as representações: Ronaldo Raimundo Filho, Maxuel Feitosa, Pedro Gaia Bisneto, Fabio Targino, Abraão do BMG, Madson Monteiro, Joelma Toledo, Val Enfermeiro, Agenor Leôncio e Cristiano Ramos.

Contra o presidente da Câmara, os vereadores que subscrevem a petição dizem que Junior Miranda não apresentou em Plenário o demonstrativo de recursos recebidos e as despesas mensais, atribuição que o Presidente deve proceder até o dia 20 de cada mês, o que não foi realizado, segundo a representação protocolada, contrariando o artigo 27 do Regimento Interno da Casa.

Já contra o Secretário da Mesa Fabiano Gomes, pesa – segundo os dez vereadores que assinam a petição a ausência de publicação do Portal da Transparência, não atendendo portanto a Lei número 12.527 de 18/11/2011 que exige o funcionamento de um sítio eletrônico na internet com o objetivo de dar publicidade a receita e despesa da Casa.

Na sessão ordinária de ontem (30) o presidente Junior Miranda se manifestou reafirmando o compromisso com a transparência de todas as ações da Mesa Diretora e em discurso na tribuna da casa apresentou os balanços que estavam em atraso. “Os livros desta Casa não tem mais capa. Estão todos abertos não só para os parlamentares, mas para toda a população. Enquanto estiver presidindo esta Casa tudo será pertencente ao povo”, garantiu.

O protocolo das representações foi realizado no fim da sessão ordinária de ontem (30) e após essa atividade as partes envolvidas não foram encontradas para se manifestar.

Veja a Representacao

Compartilhe:
Tags: ,,,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *