;

NOTÍCIAS

In:

Cibele Moura destaca a realização da campanha Agosto Lilás

Por Assessoria

Deputada Cibele Moura

Em pronunciamento durante a plenária desta quinta-feira, 1º de agosto, a deputada Cibele Moura (PSDB) falou sobre a campanha “Agosto Lilás”, dedicada ao combate à violência contra a mulher. Este ano a campanha destaca os 13 anos da sanção da Lei Maria da Penha. “Uma lei que vem melhorando muito a vida da mulher brasileira”, avalia a parlamentar, ressaltando o engajamento da bancada feminina da Casa no combate à violência e na defesa das políticas que asseguram os direitos da mulher alagoana.

“Uma bancada feminina que já foi ao Mato Grosso do Sul (para conhecer o funcionamento da Casa da Mulher Brasileira) e que vem se reunindo toda semana incansavelmente; que é forte e atuante”, declarou Cibele Moura, destacando a aprovação de um projeto de lei, de sua autoria, que proíbe homens condenados com base na Lei Maria da Penha de assumir cargos comissionados no serviço público. Ela lembrou ainda que a Casa já aprovou e o Governo já atendeu várias indicações, como por exemplo o funcionamento da Patrulha Maria da Penha por 24 horas.

No entanto, Cibele Moura observou as dificuldades de se fazer política para a mulher no Estado como Alagoas e cobrou mais empenho e diálogo da secretária da Mulher e dos Direitos Humanos, Maria José da Silva. “Senhora secretária, ajuda a gente! Venha junto da Assembleia Legislativa, nós precisamos do Governo do Estado quando o assunto é mulher”, cobrou a parlamentar.

Em apartes as deputadas Ângela Garrote (PP) e Fátima Canuto (PRTB) contribuíram com o pronunciamento. “É importante que convidemos a secretária Maria José para vir aqui na Comissão da Mulher, nos fazer uma visita, para conversarmos e tomar conhecimento sobre quais são os nossos projetos e o que temos feito na Assembleia”, disse Fátima Canuto, reforçando que a bancada feminina da Casa é forte, unida e que está trabalhando em benefício de todas as mulheres alagoanas.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *