;

NOTÍCIAS

In:

Pré-carnaval mediu força eleitoral em Palmeira dos Índios

Por Redação

Pecinhas encerrou pré-carnaval

Na madrugada deste sábado (21) encerrou-se o pré-carnaval de Palmeira dos Índios com o mais tradicional bloco da cidade: as pecinhas.

A pré folia durou 15 dias (teve início no dia 8 e foi até este sábado). Muitos blocos se apresentaram no trajeto oficial esbanjando alegria para o público presente.

Kids Aquarela, Queimei a Largada, Muita Muié Junta, Bloco da Saudade e Banho de Kana, Soutinho, Sacode Kids, Katapulta, Arrasta Sagrada, Chama Eu, Zero Grau, Encontro de Paredão, Cohab Folia, Pé Inchado, As Marias, Noviços Rebeldes e Amiga da Gente com Márcia Felippe foram as atrações carnavalescas, quase todos de iniciativa popular. A exceção, foi o bloco “do Povo” com Araketu, patrocinado pela prefeitura local.

Neste Sábado de Zé Pereira (22), o Carnaval terá abertura oficial no QG do frevo, montado na antiga Estação Ferroviária e se estenderá até o dia 24, dentro da programação oficial com muita folia. O grande homenageado da festa deste ano é o saudoso artista e folião Xico Art’s.

Carnaval e política

É cultural no país medir a temperatura política no período momesco. E em Palmeira dos Índios não é diferente, o pré-carnaval é a vitrine para isso, especialmente em ano eleitoral.

O embate de bastidores para fazer o melhor bloco, com a melhor atração e com mais pessoas é visível, principalmente nessa época de redes sociais.

Na terra dos xucurus kariris, o atual prefeito Julio Cezar foi para o embate com a deputada Ângela Garrote, após a parlamentar ter anunciado seu bloco carnavalesco “Amiga da gente” com a cantora Márcia Felipe para a quinta-feira, dia 20.

Quem ganhou com a disputa foi o povo que recepcionou artistas de renome nacional em pleno carnaval.

“Bloco do Povo” na avenida com servidores contratados e comissionados da prefeitura teve Araketu como atração

Temendo perder prestígio que já anda em baixa, o prefeito Julio Cezar anunciou para um dia antes (19) o bloco da prefeitura, intitulado “Bloco do Povo”, onde contratados e comissionados encorparam com abadás o desfile do gestor. A banda Araketu fez as honras da casa e parecia que o bloco do prefeito seria o de maior dimensão.

Liderado pelo cantor Dan Miranda, a banda baiana lançou no Bloco uma música nova de trabalho e agitou os foliões com sucessos conhecidos do grupo e, também, de outras bandas de Salvador. Na ocasião algumas ocorrências policiais foram registradas e outras não oficiais correm as redes sociais.

Porém, no dia seguinte – o bloco “Amiga da gente” superou as expectativas e um mar de gente invadiu as ruas de Palmeira dos Índios para comemorar o pré-carnaval ao lado da deputada Ângela Garrote e da cantora Marcia Felippe.

Arlindo Garrote, Marcia Felippe e Angela Garrote no backstage do show

Mesmo com chuva, a multidão (jamais vista na história de Palmeira dos Índios) acompanhou o bloco desde a concentração até as imediações do Colégio Cristo Redentor, onde parou em razão da fiação elétrica baixa que não permitia o trio avançar.

O entusiasmo com o bloco – que não tinha abadá e era aberto ao povão – foi grande  e marcou o carnaval palmeirense.

A cantora Marcia Felippe foi uma atração à parte, cantando canções novas, sucessos antigos e atuais de outros intérpretes, levando o folião ao êxtase com sua exuberante performance musical.

O povo vibrou com o bloco da deputada Ângela e nas redes sociais os usuários declaravam que o bloco vencedor foi o “Amiga da gente”.

 

Se o termômetro carnavalesco vigorar após o período momesco, o embate eleitoral que se prenuncia também será acirrado, pois Ângela neste primeiro round levou vantagem e mostrou força.

Agora é brincar o carnaval e aguardar as démarches eleitorais. Mas antes vejam as recomendações para o tríduo momesco.

Para garantir a segurança dos foliões, tanto nas prévias quanto na festa oficial, o Ministério Público (MP), a prefeitura e parceiros assinaram no dia 7, um Termo de Ajuste de Conduta (TAC). O documento contém normas obrigatórias e serão aplicadas durante todo o Carnaval do Povo de 2020. A festa terminará sempre ás 2 horas da manhã, com tolerância máxima de 30 (trinta) minutos para a dispersão.

Está proibida a venda e utilização de bebidas em recipientes de vidro, espetinho de madeira e comercialização de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos. É proibido “paredões” ou qualquer tipo de som no percurso dos trios elétricos. Quem insistir está sujeito à apreensão do aparelho de som pela Polícia Militar. Aparelhos de som e trios elétricos serão desligados a uma quadra, antes e depois, do Hospital Santa Rita.

Compartilhe:
Tags: ,,,,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com