;

NOTÍCIAS

In:

Alô Saúde começa a tirar dúvidas dos alagoanossobre a Covid-19

Por Josenildo Törres

Esclarecer dúvidas sobre sintomas, fluxo de pacientes nas unidades de saúde e contaminação pelo novo coronavírus. Com este propósito, o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, lançou nesta sexta-feira (27) o serviço on-line Alô Saúde. Por meio da ferramenta inovadora, que pode ser acessada gratuitamente através do telefone 0800 082 0019, a população tem um canal para se informar sobre a Covid-19. A ligação pode ser feita tanto por telefones fixos, quanto por celulares.

Segundo Alexandre Ayres, o Alô Saúde vai contribuir com o enfrentamento ao coronavírus e complementar a assistência prestada pelos serviços de saúde. “Estamos em isolamento social e as pessoas com sintomas gripais ficam com receio de se dirigir às unidades, mas têm muitas dúvidas. Então, o serviço vem esclarecer e, mediante o caso apresentado pelo usuário, orientá-lo se há a necessidade ou não de se dirigir a um posto de saúde ou UPA, porque nossa orientação é para ficar em casa”, explicou.

O Alô Saúde representa uma modalidade da telemedicina e funciona na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em Maceió, todos os dias da semana, 24 horas por dia. No local, atuam quatro médicos, cedidos pelo Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM/AL) e pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ao ligar para o serviço, o usuário do SUS será atendido por um médico plantonista treinado, que irá prestar todos os esclarecimentos necessários sobre a Covid-19.

Operacionalização – Após receber a ligação, o médico do Alô Saúde envia ao usuário um link por SMS ou WhatsApp. Ao clicar nele, o usuário permite o georeferenciamento do local onde se encontra. Por meio do mapa, a Sesau poderá identificar se na sua região de origem já há algum caso da doença, facilitando as orientações que serão prestadas pelos médicos.

O secretário de Saúde ressaltou, ainda, que o Alô Saúde vai evitar a propagação de notícias falsas, as chamadas fake news, que causam pânico na população. Alexandre Ayres informou que o serviço é mais uma medida do Plano Estadual de Contingência para Enfrentamento da Covid-19.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com