;

NOTÍCIAS

In:

Samu adota Protocolo de Atendimento para Covid-19

Por João Victor Barroso
Kit conta com macacão descartável impermeável, óculos de proteção, luvas e máscaras

Kit conta com macacão descartável impermeável, óculos de proteção, luvas e máscaras

Garantir uma assistência segura para os pacientes com suspeita ou confirmação de infecção pela Covid-19 e reduzir os riscos para os socorristas. Com este objetivo, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas adotou um novo Protocolo Interno de Atendimento para o coronavírus.

Como todos os outros protocolos estabelecidos no Samu Alagoas, as diretrizes para o atendimento aos casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 têm início no momento em que a ligação entra no sistema 192. As normas também atingem o médico regulador e o transporte feito pelas equipes das Unidades de Suporte Básico (USB) ou Unidades de Suporte Avançado (USA), até o encaminhamento do paciente à unidade de saúde que ele será atendimento.

De acordo com Josileide Costa, supervisora do Samu Alagoas, quando o solicitante se queixar de falta de ar, febre, tosse e dores no corpo, os médicos reguladores estão orientados a perguntar se o paciente fez alguma viagem para outro país nos últimos nos últimos 14 dias. Ele também será questionado se teve contato com alguém que retornou de países com casos confirmados para Covid-19.

“Nos casos confirmados ou suspeitos, os médicos adotam o protocolo estabelecido, informando a equipe da USB ou da USA sobre a situação, que aciona o Cievs [Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde] para que seja informada qual unidade de saúde irá receber o paciente”, explicou a supervisora.

Para fazer o transporte da maneira mais correta, garantindo a devida proteção das equipes de socorro e dos pacientes, o Samu Alagoas conta com kit específico para esta finalidade. O kit é composto por macacão descartável impermeável, óculos de proteção ou viseira de proteção facial, luvas de procedimento e a máscara N95.

Higienização das viaturas – Depois de cada vítima confirmada ou suspeita de infecção pela Covid-19, as ambulâncias devem passar pelo processo de higienização terminal conforme o protocolo vigente da Comissão de Controle de Infecção Pré-Hospitalar do Samu Alagoas.

Segundo Michele Galindo, coordenadora de enfermagem da Central Maceió do Samu Alagoas, a higienização terminal consiste na limpeza de todas as superfícies da viatura, bem como os equipamentos utilizados durante a ocorrência.

“Portas, teto, piso, maca, colchão, prancha rígida, mobiliário dos materiais, tudo é limpo com uma solução à base de quaternário de amônio. Os equipamentos de uso comum, como oxímetro, tensiômetro e aparelho de glicemia também recebem uma atenção especial”, disse a coordenadora.

Os demais materiais reutilizáveis, como de suporte ventilatório, bolsa-válvula-máscara, laringoscópio e cânulas, são direcionados para o Centro de Materiais e Esterilização, onde serão separados para reprocessamento após o uso e retorno da equipe à base.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com