;

NOTÍCIAS

In:

Parques da Disney doarão comida e equipamentos de proteção nos EUA

Os parques temáticos Disney World e Disneyland se uniram nos Estados Unidos para doar milhares de toneladas de alimentos para famílias necessitadas e mais de 200 mil equipamentos de proteção sanitária para médicos e enfermeiras que socorrem vítimas da pandemia do novo coronavírus.

“Os parques da Disney têm uma larga história de ajudar hospitais e comunidades, desde a década de 1930, quando o próprio Walt (Disney) levava os diferentes personagens e animadores da Disney para interagir com a comunidade”, informou a empresa, em comunicado.

“Hoje em dia seguimos compartilhando a magia da Disney através de contribuições, colaborando com organizações sem fins lucrativos, presentes e o voluntariado de nossos empregados. Essas são algumas das formas com que a Disney apoia a mudança positiva e duradoura em diferentes comunidades no mundo”, continuou o comunicado.

Segundo os parques, a equipe doará mais de 100 mil máscaras N95, que, de acordo com as autoridades, têm uma proteção de 100% contra o coronavírus, além de 150 mil aventais de plástico. O material irá principalmente para hospitais em Nova York, Califórnia e Flórida, Estados mais afetados pela pandemia.

Além disso, os parques e hotéis situados nas cidades de Orlando e Los Angeles começaram a distribuir alimentos, que seriam destinados a hóspedes e visitantes, para organizações que se encarregam de alimentar as famílias mais vulneráveis da comunidade local, como a Second Harvest Food Bank.

“Estas doações não seriam possíveis sem a dedicação dos membros da nossa equipe, que trabalham por trás de tudo, que recolhem, separam e entregam cada alimento para garantir que sejam entregues com o maior nível de qualidade possível”, disse Tajiana Ancora-Brown, diretora de assuntos externos do Walt Disney World Resort.

Situação dos empregados

Os parques da Disney anunciaram no dia 13 de março a decisão de fechar suas instalações na Califórnia e na Flórida, além do parque que a empresa tem em Paris, na França, para seguir as recomendações de isolamento social para deter a covid-19.

Por causa do fechamento dos parques e paralisação de algumas atividades da empresa em meio ao que chamou de “devastador impacto” da pandemia de covid-19, os funcionários da Disney entraram em uma licença forçada sem remuneração, informou a empresa na quinta-feira. (Com agências internacionais).

Autor: Redação
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com