;

NOTÍCIAS

In:

Saída de Márcio é oficializada e Palmeira continua sem secretário de saúde em plena pandemia

Por Redação

Márcio Henrique foi exonerado por Julio Cezar; motivo ainda é mistério, mas fala-se nos bastidores em pressão do sogro que é filiado ao PT

Apesar de ter sido anunciado na quinta-feira (09) a exoneração (veja aqui) do Secretário de Saúde Márcio Henrique Carvalho – também vice-prefeito do Município, só hoje (13) foi publicada a Portaria N.º 76/2020 oficializando a saída do renomado médico pneumologista.

Nos bastidores se comentavam sobre um rompimento do prefeito e seu vice – em razão da interferência de Carlos Rocha, sogro do prefeito e também contador da prefeitura, na pasta de saúde. A notícia foi até publicada em alguns veículos de imprensa (veja aqui).

Tribuna do Sertão tentou contato duas vezes com o pneumologista através do telefone celular com terminação 91, para obter mais informações mas não obteve sucesso.

Contudo, chegou a se comentar no dia de ontem (12) que Marcio Henrique voltaria a secretaria de saúde num acordo de paz que teria sido selado com o prefeito Julio Cézar, informação que caiu abaixo com a publicação da exoneração – que pelo conteúdo expresso nela revela que a saída não se deu a pedido do médico, e sim por decisão de Julio Cezar.

Filiado ao Cidadania, o vice-prefeito não poderá mais ser candidato a vereador, porque sua exoneração saiu após o prazo de desincompatibilização, nem tampouco sua irmã Cléa Carvalho que estaria cotada para sair candidata também.

Resta a Márcio Henrique e a irmã Cléa – se for participar da eleição de outubro – apostar numa candidatura a prefeito ou a vice (novamente) ou jogar todas as fichas eleitorais de sua família (que é tradicional na cidade) no nome de Noé Neto, filiado ao PRTB que tem como presidente Flávio Targino.

Covid-19

Palmeira dos Índios foi um dos poucos municípios do interior que confirmou caso de COVID-19 e que também não respeita à risca o decreto do governador, porque o prefeito da cidade afrouxou discretamente a quarentena governamental.

No comércio – lojas funcionam com “meia porta baixa” e nos bancos e lotéricas as filas são imensas.

Além disso, desde a quinta-feira, o setor de saúde está acéfalo – sem comando com a saída de Márcio – um “excelente soldado” na área que exerce com mais competência: a saúde.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *