;

NOTÍCIAS

In:

Projeto da Uneal em Palmeira dos Índios movimenta rotina de pessoas idosas

Por Clau Soares

Desde o início da pandemia, as pessoas idosa foram o público mais afetado, tanto pelo impacto do coronavírus em sua saúde física quanto pelas restrições impostas pelo isolamento social. Para contribuir com uma rotina mais leve e dinâmica, o projeto de extensão Terceira Idade na Universidade: curso Longevidade Ativa, sob a coordenação da professora da Universidade Estadual de Alagoas, Sara Cerqueira, tem realizado diversas atividades com os 150 participantes da iniciativa, em Palmeira dos Índios, no interior do estado.

Durante o mês de outubro, a equipe do projeto realizou um “delivery” e levou a cada um dos 150 participantes, kits de estudos para serem utilizados durante o semestre especial virtual, com giz de cera, lápis, borracha, estojo e máscara, além de dois livros muito especiais.

No livro um, Estimulação Cognitiva, foram incluídas atividades diversas que vão desde operações matemáticas até pinturas e caça-palavras; já no livro dois, Caderno de Memórias, os estudantes farão um memorial de suas vidas, com os momentos mais marcantes e reflexões sobre suas trajetórias.

A proposta é que os familiares também ajudem nesse momento de estimulação cognitiva, facilitando a interação entre as gerações no lar. Em dezembro, os cadernos de memórias serão entregues para uma análise pelos docentes do projeto.

O professor e gerontólogo Jhonatan David Santos das Neves explicou que foi elaborado um plano de contenção para realizar a visitar as pessoas idosas e fazer a entrega do material. “Todas as entregas seguiram os protocolos exigidos por órgãos de saúde. ‘Foi muito emocionante. Eles nunca imaginaram que a Uneal iria até a residência deles nesse período tão complexo”, frisou.

No perfil do projeto no Instagram (@projeto3idadeuneal), foram disponibilizados registros da ação. Em um dos depoimentos, está o de Maria Inês Marcolino, 65 anos, junto com sua mãe Maria Lessa da Silva, 88 anos. “Eu estou muito emocionada. Não esperava essa maravilhosa surpresa. Só tenho a agradecer”, declarou Inês.

Para a coordenadora Sara Cerqueira, a ação “Uneal em minha casa” foi uma forma de atender toda a turma de pessoas idosas na experiência, uma vez que nas atividades do primeiro semestre foi bastante reduzida. “Desta nova forma, a Uneal conseguiu chegar com atividades de estimulação cognitiva e resgate de memórias em um número de estudantes bem maior”, ressaltou a docente.

Programa 3ª Idade na Universidade

O Programa 3ª Idade na Universidade é um sucesso, desde a sua criação, em 2018. A primeira turma teve 132 inscritos e a turma de 2019, 170. Em 2020, no primeiro semestre, 70 estudantes idosos responderam e participaram efetivamente das atividades do projeto, de forma remota via Whatsapp e registradas, diariamente, no Instagram. Neste segundo semestre, o projeto está atendendo 150 participante com a ação extensionista “a Uneal em minha casa” que culminou na entrega dos kits na casa de cada estudante.

Através dele, são promovidas ações que permitam aos idosos, todos os selecionados têm idade acima de 60 anos, o direito de se integrar à Universidade, participando ativamente das atividades acadêmicas de acordo com seu ritmo de vida e interesses.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *