;

NOTÍCIAS

In:

Operação integrada resgata vítima de sequestro e prende integrantes de organização criminosa

Por Vanessa Siqueira

Ação contou com participação de policiais de Pernambuco e desvendou crime em pouco mais de 24 horas

A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP) apresentou, durante coletiva de imprensa, os detalhes da operação integrada entre as Polícias Civil e Militar de Alagoas com a Polícia Civil de Pernambuco, que resultou no resgate e libertação de mulher de cativeiro. A reunião com a imprensa ocorreu na manhã desta quarta-feira (13).

A ação para resgate da vítima teve início em Pernambuco, no município de Ibimirim, onde a vítima residia e foi sequestrada com o objetivo do pagamento de uma dívida de tráfico de drogas de seu marido, no valor de R$ 15 mil.

O delegado Alexandre Barros, titular da delegacia de Ibimirim (PE) informou que sua equipe recebeu relatos dando conta do sequestro da mulher e de que os criminosos exigiam o pagamento do resgate para liberação. “Recebemos vídeos e fotos dessa vítima sendo torturada e iniciamos as investigações. Nossa equipe de Inteligência constatou que os criminosos tinham vindo fazer um cativeiro em Alagoas, na cidade de Arapiraca, e então realizamos contato com a Polícia Civil do estado para conseguir chegar os autores e libertar a vítima com vida”, relatou.

Em Alagoas, a operação integrada para resgate da mulher contou com a participação dos delegados Gustavo Xavier, titular da Delegacia de Penedo, do delegado Felipe Caldas, da delegacia de Arapiraca, do delegado Guilherme Iusten, da Delegacia Regional de Arapiraca, do delegado Gustavo Henrique, diretor da Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), além da participação do 3º Batalhão e do Grupamento Aéreo da SSP.

Os delegados Felipe Caldas e Gustavo Xavier disseram que receberam as informações do sequestro e iniciaram as investigações. Na última segunda-feira (11), as equipes conseguiram localizar o cativeiro, libertar a vítima e prender dois homens e uma mulher. A vítima estava bastante machucada e foi encaminhada pelo Samu a Unidade de Emergência do Agreste.

“O homem que estava no cativeiro chegou a apresentar certa resistência a prisão. Depois soubemos que ele tinha utilizado cocaína e por isso estava agressivo, mas conseguimos efetuar as prisões e apreender alguns materiais com eles”, explicou o delegado Felipe Caldas.

Durante as investigações, ficou constatado que parte do grupo estava em Maceió em uma pousada no bairro do Trapiche. Equipes da Deic conseguiram localizar o grupo, mas foram recebidos a tiros. Os policiais reagiram à injusta agressão sofrida e duas mulheres e um homem foram feridos e acabaram vindo a óbito. Um policial civil também foi atingido, mas está fora de perigo.

“Não temos certeza ao certo se esse grupo tinha a intenção de trazer esta vítima para Maceió caso as negociações persistissem. Mas descobrimos que alguns integrantes do grupo são familiares e pertenciam a uma mesma organização criminosa que acabou se dividindo. Por isso, esta mulher acabou sendo sequestrada, na tentativa de que o marido pagasse a dívida oriunda do tráfico de drogas”, explicou o delegado Gustavo Henrique.

Ao todo foram apreendidas quatro armas, munições, dinheiro em espécie, cerca de meio quilo de maconha, cartões de crédito, documentos de identidade, além de dois veículos.

Os presos vão responder por extorsão mediante sequestro, tortura, porte ilegal de arma de fogo, resistência, tráfico de drogas e associação criminosa. As três pessoas presas foram autuadas na Delegacia Regional de Arapiraca e seguem à disposição da Justiça.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *