;

NOTÍCIAS

In:

Sebrae Alagoas dá orientação para empresas que querem acessar crédito

Por João Paulo Macena

São oferecidas orientações em relação à necessidade da empresa e condições como taxa de juros, prazos e garantias exigidas

Seja para reverter o cenário de dívidas causado pela pandemia ou simplesmente investir para ampliar o negócio e buscar uma maior competitividade no mercado, muitas micro e pequenas empresas necessitam de orientação para ter acesso ao crédito ou financiamento. E, com o foco em auxiliar essas empresas a fazerem escolhas mais estratégicas, o Sebrae Alagoas se coloca à disposição.

A instituição orienta o empresário que pleiteia financiamento, independente da linha de crédito, com informações em relação às condições ofertadas (taxa de juros, prazos, garantias exigidas, limites etc), bem como em relação à documentação e ao processo de solicitação. É o que destaca o analista da Agência de Atendimento Integrada do Sebrae em Arapiraca, Ricardo Coimbra, que também enfatiza como é realizado o atendimento a essas empresas, independentemente se forem Microempreendedores Individuais (MEI), Microempresas (ME) ou Empresas de Pequeno Porte (EPP).

“No atendimento buscamos identificar a real necessidade de crédito da empresa para que o empreendedor identifique a linha de crédito mais viável para aquela situação. Nós também mostramos a importância de se pesquisar as linhas oferecidas no mercado para que a escolha seja a mais assertiva”, afirma.

Ainda segundo o analista, o Sebrae orienta que antes de buscar uma linha de crédito, é importante a empresa verificar internamente se há possibilidade de se autofinanciar, ou seja, aumentar a contrapartida de recursos próprios da empresa no projeto, diminuindo a parcela de financiamento acessado via instituição financeira. “É importante entender a necessidade do investimento, para sugerir uma linha de crédito que esteja ligada a essa finalidade, barateando esse pleito”, lembra.

Ricardo Coimbra também deixa outra dica. “O processo de análise de necessidade de crédito deve ser feito com planejamento e tempo. Esse planejamento evitará acessar um crédito que seja caro para a necessidade do negócio, bem como o pleito terá um valor mais assertivo. Evitar desvios nas aplicações dos recursos, e não tirar mais nem menos do que o necessário deve ser buscado”, ressalta.

Outro ponto essencial é analisar bem a gestão da empresa. “É preciso que o empresário reflita se o crédito não está sendo utilizado para encobrir uma dificuldade na gestão do negócio. Um olhar mais criterioso pode minimizar ao longo do tempo a busca constante por crédito, principalmente, para capital de giro”, pontua.

Pronampe

Ricardo falou sobre a linha de capital de giro vinculada ao Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Nos últimos dias, a Receita Federal passou a enviar comunicados a cerca de 4 milhões e meio de empresas que têm direito ao crédito disponibilizado para empresas que pretendem minimizar os impactos causados pela pandemia.

“O Pronampe é um programa que foi criado para atender as necessidades de crédito das micro e pequenas empresas. A Receita envia o faturamento anual de 2019 e 2020 que será o balizador do limite que essas empresas poderão pleitear, sendo auferido o percentual de 30% do maior faturamento desses dois anos”, reforça.

App Orienta Crédito

Buscando orientação sobre acesso ao crédito no Sebrae, o empresário terá informações das principais linhas de crédito disponíveis no mercado, bem como sobre as exigências solicitadas para acessá-las. Pensando nisso, o Sebrae Alagoas disponibilizou o Orienta Crédito, aplicativo que reúne informações das principais linha de crédito e pode ser acessado remotamente pelo site: http://orienta-credito.app.al.sebrae.com.br/

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *