;

NOTÍCIAS

In:

Consulta Pública para construção do Plano Municipal de Saúde terá início nesta quinta-feira (16)

Por Erick Balbino

Desde julho deste ano, o Plano Municipal de Saúde 2022-2025 tem sido construído em etapas que contam com a participação popular, através dos Conselhos Locais de Saúde.

A partir desta quinta-feira (16), a Prefeitura de Arapiraca, via Secretaria Municipal de Saúde, disponibilizará Consulta Pública para apresentar as propostas elaboradas durante todo o processo de construção do plano, podendo, ainda, inserir novas sugestões.

Para a superintendente de Planejamento Estratégico e Gestão Participativa, Emmanuelle Costa, a consulta pública visa, sobretudo, o fortalecimento da Política de Saúde direcionada a todos os munícipes de Arapiraca.

“Esta é a etapa final do processo de construção coletiva do Plano Municipal de Saúde 2022-2025, que já foi validado pela Secretaria Municipal de Saúde e Conselho Municipal de Saúde. A Consulta Pública se apresenta como um mecanismo participação da sociedade no processo de definição das prioridades da Política Municipal de Saúde, aberta a todos os segmentos sociais”, explicou Emmanuelle, que é assistente social efetiva do município.

A secretária de Saúde, médica infectologista Luciana Fonseca, destacou a importância do plano, como instrumento norteador da política de saúde pública de Arapiraca.

“A participação social é fundamental para a construção de uma saúde pública que atenda, de fato, aos anseios da população arapiraquense. Recentemente, Arapiraca foi destaque, ficando em 4ª lugar no nordeste no ranking de cidades inteligentes com melhor desempenho em Saúde Pública. Graças ao trabalho desempenhado pelos nossos profissionais, com foco na prestação do serviço de qualidade aos usuários do SUS”, disse a gestora municipal.

Dentre as principais finalidades da Consulta Pública estão: garantir a participação social na definição de prioridades do setor saúde para o próximo quadriênio, através da elaboração de sugestões; validar as propostas oriundas das Oficinas Locais de Planejamento, realizadas em 100% da Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e em quatro Unidades Especializadas, com envolvimento dos diversos segmentos sociais (gerentes, equipes de saúde e Conselhos Locais).

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *