;

NOTÍCIAS

In:

Eleições OAB-AL: Marcus Ribeiro é Pré-Candidato à reeleição para presidência da 3ª Subseção

Por Assessoria

Marcus Ribeiro

Na segunda semana de novembro acontecem as eleições nas Seccionais e Subseções da Ordem dos Advogados do Brasil e o clima de campanha já tem movimentado os municípios alagoanos. Os pleitos ganham destaque entre as pautas, porque em novembro deste ano será eleita a nova composição do Conselho Federal e já é possível detectar as movimentações que vão influenciar o pleito nacional do ano que vem.

A 3ª Subseção da OAB – Palmeira dos Índios/AL já projeta possíveis cenários para a próxima gestão. Marcus Ribeiro, o atual presidente, vai tentar a reeleição — com fundamento ao estado de força maior que impediu o pleno exercício da gestão de março de 2020 até aqui. A decisão de concorrer novamente à presidência da Subseção foi uma construção de toda a diretoria e ouvindo as vozes de toda a advocacia, não foi uma imposição, mas uma construção coletiva.

Marcus, por sua vez, torna válida e legítima sua pré-candidatura, ao apresentar as razões desta decisão. Construímos um caminho sólido, sedimentado no diálogo e respeito à toda a advocacia. Entregamos à advocacia, apesar do estado pandêmico, diversos equipamentos em nossa sede e nas comarcas, com uma intensidade de trabalho nunca vista na Subseção, em uma parceria sólida e duradoura com a Seccional através da Seccional e a CAA. Nosso compromisso não é pessoal, nossa causa é coletiva e, por isso, junto com minha diretoria, ao lado de abnegados advogados e advogadas, colocamos meu nome para disputar o próximo triênio em uma chapa plural, inclusiva, atuante e acolhedora.”

A formação apresentada conta com Dra. Mariane Garrote como Pré-candidata à Vice Presidente, Dr. Arthur Leite como tesoureiro, Dra. Isadora Duarte como Secretária Geral e Dra. Kivya Medeiros como Secretária Adjunta. O edital que irá formalizar o começo da corrida eleitoral na OAB-AL será publicado até 45 dias antes da votação, mas já é visível o intenso processo de articulações de pré-candidatos por todo o estado.

O atual Presidente afirma ainda que é preciso ser firme nas demandas da advocacia sem se esquivar das causas do povo e reitera que os próximos gestores da Ordem, em todo o Brasil, devem ter boa relação com a advocacia, com o Poder Judiciário, com a sociedade civil  organizada, respeitando os limites entre os entes federados, sem prevaricar. “Quem se predispõe a participar do pleito deve carregar consigo equilíbrio emocional, saber ouvir, dialogar, não hesitar na defesa da democracia e ser firme quanto as prerrogativa e acolhimento”, declara o pré-candidato.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *