;

NOTÍCIAS

In:

Exércitos brasileiro e dos EUA fazem exercício militar inédito em SP e Rio

Os Exércitos do Brasil e dos Estados Unidos irão mobilizar quase mil militares dos dois países em um exercício combinado que será realizado a partir da próxima segunda-feira, 6, nas cidades paulistas de Lorena e Cachoeira Paulista, e em Resende, no Rio de Janeiro. Denominado Core (Combined Operations and Rotation Exercise, ou Exercício Combinado de Rotação e Operações), o exercício segue até o próximo dia 16 e terá o emprego de helicópteros, incluindo ainda o treinamento de caçadores, como são chamados os atiradores de precisão (snipers). Este será o primeiro exercício combinado executado por tropas dos Estados Unidos na América Latina.

De acordo com o Exército, o exercício será conduzido por uma força-tarefa do 5º Batalhão de Infantaria Blindada (5º BIL), sediado em Lorena, tendo incorporado uma companhia da 101ª Divisão de Assalto Aéreo do Exército dos Estados Unidos. O efetivo terá 750 militares brasileiros e 240 norte-americanos.

O Core 2021 resulta de um programa de cooperação em adestramento militar entre os dois países que estipulou um exercício combinado por ano, até 2028. O programa militar permite o desenvolvimento de operações conjuntas entre tropas brasileiras e norte-americanas. Entre os objetivos estão o treinamento das forças de prontidão e o aprimoramento dos sistemas de prontidão operacional da força terrestre do Exército brasileiro.

A abertura será no dia 6, no batalhão de Lorena. No dia 7, está prevista uma ação de assalto aeromóvel, com o uso de helicópteros, no Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), em Cachoeira Paulista. No dia 8, haverá demonstração de tiro defensivo na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende. Do dia 12 ao encerramento, no dia 16, serão realizadas demonstrações de tiro de fração, tiro de integração e um exercício denominado pista de combate à localidade.

Caçadores

O Core 2021 vem sendo preparado desde março deste ano, quando o Comando Militar Sudeste do Exército brasileiro recebeu uma comitiva do Exército dos Estados Unidos para a conferência inicial de planejamento e visita aos locais dos exercícios. No período de 12 a 16 de junho, foi a vez dos militares brasileiros participarem de uma conferência de planejamento na cidade de San Antonio, no Texas (EUA).

Outras ações preparatórias foram desenvolvidas pelas unidades do Exército brasileiro. No dia 21 de outubro, por exemplo, o 6º Batalhão de Infantaria Leve de Caçapava (SP) fez um treinamento com a turma de caçadores da Brigada Aeromóvel que vai participar do exercício combinado com os militares americanos na Academia das Agulhas Negras.

Para aprimorar o preparo dos caçadores para os tiros de precisão, foi realizado um apronto operacional com o armamento, seguido de uma marcha de 16 quilômetros. Depois, foram executados exercícios de tiro real com o emprego de técnicas de progressão e caçada, tomada de posição, avaliações de distâncias e técnicas de tiro. Popularmente conhecido como sniper, o caçador é considerado um eficiente multiplicador do poder de combate, que tem como principais missões neutralizar alvos e destruir meios materiais, utilizando técnicas, táticas e procedimentos específicos em situação de guerra e de não guerra.

Autor: José Maria Tomazela
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *