;

NOTÍCIAS

In:

Mancini não joga a toalha no Grêmio: ‘Enquanto há esperança, nos vamos lutar’

O empate por 1 a 1 com o Corinthians não rebaixou matematicamente o Grêmio, mas a queda pode ser sacramentada nesta segunda-feira. O Grêmio foi a 40 pontos com o 1 a 1 com o Corinthians, ainda na 18ª colocação, e será degolado se o Cuiabá (recebe o Fortaleza) e o Juventude (visita o São Paulo) empatarem e ou vencerem seus jogos. Se os dois times pontuarem, o Grêmio cai nesta penúltima rodada.

Para evitar novo rebaixamento, o Grêmio precisa que esses dois clubes não façam mais ponto algum no campeonato e ainda vencer o Atlético-MG, em casa, na última rodada. O técnico Vagner Mancini revelou o vestiário triste, mas disse que não vai jogar a toalha.

“Enquanto há esperança, nós vamos lutar. Dependemos de alguns resultados, mas o Grêmio ainda tem chance. Eu acredito muito nisso ainda”, explicou. Depois continuou elogiando o time: “O torcedor viu uma equipe aguerrida. Que lutou, que se superou, e que fez um jogo de igual para igual com o Corinthians”.

O treinador foi muito cobrado pela postura defensiva do time no segundo tempo, quando, em vantagem no placar, o Grêmio sofreu o empate do Corinthians no final. “Prefiro ficar com a minha consciência, que tivemos uma marcação muito consistente, mas que acabamos levando um gol de fora da área no fim. O Corinthians não deu um chute a gol no segundo tempo, além de uma oportunidade com William. Então, não acho que recuamos. Existia uma estratégia a ser cumprida”, ressaltou.

Para a última partida contra o Atlético-MG, o Grêmio não terá os zagueiros Pedro Geromel e Kannemann, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. O volante Thiago Santos sentiu dores no tornozelo esquerdo e virou dúvida.

Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *