;

NOTÍCIAS

In:

Saúde Tem Pressa realiza mais de 250 atendimentos no povoado Barreiras

Por Assessoria

Zerar a demanda reprimida e levar aos coruripenses diversas especialidades médicas, exames que no passado eram distantes de alcançar a todos. Esse o propósito do Saúde Tem Pressa. Em mais uma edição, toda a equipe foi até o povoado Barreiras e na comunidade, em apenas um dia, foram mais de 250 atendimentos. Alguns pacientes tiveram pela primeira vez acesso a consultas especializadas.

É o caso do operador de máquinas pesadas, Eleilton Ferreira, 53 anos. O profissional aproveitou a oportunidade na última segunda-feira (29) e procurou atendimento especializado com a nutricionista Kelly Lima.

“Tenho certeza que estou acima do peso, até pela minha estatura. Isso já começa a refletir no meu dia a dia. Até dores na coluna já estou. Também costumo ter refluxo no período da noite. Aproveitei o momento para buscar ajuda de um nutricionista. A idade chega e o corpo começa a cobrar. Tenho certeza que vou sair daqui orientado e com os cuidados que preciso ter daqui pra frente. Parabéns à prefeitura levar ao alcance da população especialidades que se tivéssemos que pagar seria difícil para nós”, explicou.

De acordo com a coordenadora de Regulação da Secretaria de Coruripe, Patrícia Albuquerque, a procura tem sido satisfatória e o objetivo do programa vem sendo alcançado.

“O programa tem como principal objetivo reduzir a demanda reprimida. Detectamos isso quando iniciamos a gestão. Existiam muitos exames e consultas que a população estava tendo dificuldade de alcançar. Após o levantamento, começamos a trabalhar com esse objetivo e surgiu o programa para ofertar diversas consultas especialidades e exames. Afinal, o poder público tem por objetivo proporcionar qualidade de vida à população. Isso a gestão do prefeito Marcelo Beltrão vem buscando alcançar e tem conseguido”, afirmou.

Outro paciente da Unidade de Saúde da Família José Severino dos Santos, localizada no povoado Barreiras, pela primeira vez, teve acesso a uma consulta especializada. A dona de casa Maria Zenaide é estudante do programa EJA (Educação de Jovens e Adultos), no período noturno. Com aulas, começou a ter dificuldades com a visão e percebeu a necessidade de ir ao oftalmologista.

“Ainda não tinha notado que existia algum problema de visão. Para mim era tudo normal. Só percebi quando comecei a estudar de noite. Vi que tinha dificuldade para enxergar bem. Estava esperando a oportunidade para fazer o exame. E hoje (dia 29) apareceu a oportunidade e de graça. Os agentes de Saúde nos informaram sobre o programa e quais as especialidades teriam. Todos estão de parabéns por essa iniciativa”, finalizou a dona de casa, que pela primeira vez teve acesso a uma consulta oftalmológica. Só nesta edição no povoado Barreiras, foram 108 consultas.

Balanço de um dia de atendimento

Nesta edição do programa Saúde tem Pressa foram 276 atendimentos, divididos em: Oftalmologista: 108; Urologista: 45; Psicólogo: 07; Nutricionista: 13 e exames laboratoriais: 59. Além de consultas psiquiatras 14 e 30 testes rápidos.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *