ENCONTRADA ENFORCADA NA ZONA RURAL

Regional de Palmeira instaura inquérito para investigar morte da menina Maria Catharina

Por Cinara Corrêa Publicado em 09/07/2024 às 16:42
Regional de Palmeira instaura inquérito para investigar morte da menina Maria Catharina

O chefe de Operações da Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, Diogo Martins, confirmou, na tarde desta terça-feira, 09, que a Polícia Civil de Alagoas instaurou um inquérito para apurar as causas e circunstâncias do suicídio cometido pela menina Maria Catharina, de 10 anos, fato que aconteceu na última segunda-feira, na zona rural de Palmeira dos Índios. Ela foi encontrada enforcada no sítio da família, no Povoado Moreira, enquanto os pais se ausentaram para levar o filho menor até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, uma vez que o menino se feriu no estábulo de cavalos, enquanto brincava com a irmã. Ao retornarem da UPA, os pais se depararam com a cena da menina já enforcada, sem vida.

Martins diz que, de imediato, irá inquirir os pais, parentes, professores e colegas da escola para esclarecer, principalmente, a motivação do suicídio.

A menina inicialmente foi levada para a UPA pela família, mas no meio do caminho foi transferida para uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Já na Sala Vermelha da UPA, "foi identificada sinais de enforcamento, sulco em região cervical, horizontal, petéquias na face, cianose central e pupilas midriáticas, sem reflexos presentes", segundo o prontuário da menina. O corpo foi recolhido na UPA de Palmeira dos Índios e levado ao Instituto Médico Legal, em Arapiraca, onde foi necropsiado, nesta terça-feira. O velório aconteceu na casa dos pais, no Povoado Moreira, e o sepultamento, no Sítio Lagoa Comprida, em Igaci.